sábado, 10 de setembro de 2011

Quando eu não estava atento

No último post contei o desespero que vivi no dia em que, por negligência minha, quase perdi o meu primeiro voo. Mas Deus foi misericordioso e fez com que uma série de fatos incríveis ocorresse para eu conseguir chegar em casa.
Esse episódio me fez lembrar uma música de Carlos Sider. Medite na letra.


Se paro a pensar no que meu Deus já me deu,
Do pouco e menor, chegando ao muito e maior,
Se atento lembrar em como e quando ocorreu...
Confesso que pouco eu conquistei.
Se paro a pensar no que meu Deus já me deu,
Há coisas que eu nem saberia pedir.
E lá está também o que por tempo esperei
E que Ele mandou de um jeito melhor.
Quando eu não estava desperto,
Tampouco ligado no que estava por vir,
Ou então meus sonhos desfeitos
Me faziam descrer e desistir de lutar.
Quando eu não estava atento,
Já fora de cena e sem esperar...
O meu Deus me deu do melhor,
Me fez muito mais, e foi mais além,
Me fez conhecer um pouco do céu!
Se paro a pensar no que chamar de melhor,
No que vale mais, no que não sei viver sem,
Se atento lembrar em quando foi que eu pedi...
Confesso que não conseguirei.
O que é bem melhor chegou e me surpreendeu,
Chegou quando eu estava em outra estação!
Que tanto eu buscava? Nem lembro o por quê!
Só sei que é melhor o que Ele me deu.

Quando eu não estava desperto,
Tampouco ligado no que estava por vir,
Ou então meus sonhos desfeitos
Me faziam descrer e desistir de lutar.
Quando eu não estava atento,
Já fora de cena e sem esperar...
O meu Deus me deu do melhor,
Me fez muito mais, e foi mais além,
Me fez conhecer um pouco do céu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não necessariamente refletem a opinião dos autores dos textos ou do blog. Não serão aceitos comentários anônimos, por favor, identifique-se.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...